Ministério da Educação
Educação

Mais cidadãos aprendem a ler e a escrever

O titular da pasta da Educação, que discursava no encerramento de mais um curso de alfabetização, referiu que a luta contra o analfabetismo está no bom caminho e com resultados positivos.

Em 2014, por exemplo, foram alfabetizadas mais de 950 mil pessoas, salientou o ministro, lembrando que, quando foi alcançada a Independência Nacional, 85 por cento da população era analfabeta.

O ministro da Educação pediu aos cidadãos para apostarem mais na formação e contribuírem no processo de desenvolvimento do país.

“Estudar não tem idade, por isso, o Ministério da Educação vai continuar a assumir a sua responsabilidade para que todos possam dar continuidade à sua formação”, assegurou Pinda Simão.

Angola, acentuou o ministro, precisa que os seus cidadãos tenham conhecimentos académicos e competências profissionais.